*



*

Princípio da submissão

Não sou tua submissa porque Te amo.

Te amo porque sou tua submissa.


Amar Yasmine

*


Minha Alma

Eu amo minha alma despojada



Minha doce alma submissa



Minha alma que espera.. espera.. espera



Minha alma que espera quieta, subserviente e nua



Eu amo esta minha alma



Que de tão devassa e suja



Se torna pura



Amar Yasmine

*







29 de ago de 2010

ELE...



Provoca meu choro,
desata meu riso,
invade meus sonhos
que nem arrastão.

Me fala doçuras,
confunde minha mente,
me fode, me usa
e me chuta pro chão.

Me bate na cara,
me chama de puta,
me cospe e tortura
sem ter compaixão

Depois some e nem liga,
cruel me abandona,
me deixa na espera
em pura aflição

E quando aparece,
são tantas saudades,
tamanha alegria
que nem dou conta não

Me prende em seus braços,
eu choro e soluço,
me abre e me beija...
ai.. ai.. que tesão!

DEXPEX_{Amar Yasmine}

*chorando de saudades*

27 de ago de 2010

Bendito sejas, Kramelo!



_Fala, minha loira!

_Meu Amado DONO, Lindo, Gostoso, Tesudo!! Estou Te ligando, rapidinho pra VC ouvir o Kramelo assobiar o Hino do Flamengo.

_O que???

_É, DONO, fiquei um mês inteirinho assobiando o Hino e ele aprendeu. Agora, quando quer chamar minha atenção ele assobia. Precisa ver que gracinha, meu DONO.

_Eu não acredito, Amar... Você fez lavagem cerebral no passarinho??...

_Ah, DONO, eu só queria Te fazer uma surpresa.. queria Te alegrar... Por favor, ouve ele cantar, ouve...

O silencio foi feito. Kramelo só canta pra chamar atenção, quando pensa que estamos distraídos. Assim, ficamos quietinhos esperando... eu aqui em BH, meu DONO no RJ. Kramelo não me decepcionou e começou a assobiar:

"Uma vez flamengo

Sempre Flamengo

Flamengo sempre eu hei de ser

É meu maior prazer vê-lo brilhar

Seja na terra, seja no mar

Vencer, vencer, vencer

Uma vez flamengo, Flamengo até, morrer
..."



Mais uns instantes de silêncio e meu DONO disse:

_ Ah, Amar, que vontade de comer seu cu!!!

_Meu cu é teu, meu DONO.. Tudo em mim Te pertence, bem sabes. Estou aqui guardadinha e serena Te esperando... Tudo em mim é só teu, de mais ninguém!

Eu me despedi rápido, dizendo que meus créditos estavam acabando... ou será que a emoção foi tanta que nem tive mais como falar???



Bendito sejas, meu passarinho lindo e inteligente, que aprendeu em um mês a assobiar o Hino do Time do coração do meu Papaizinho Querido e isto O fez muito feliz.



Que São Francisco de Assis te proteja, Kramelo,

e a todos os bichos deste mundo.

Amém!!


*sorrindo e chorando*


DEXPEX_{Amar Yasmine}

23 de ago de 2010

Explodindo



Meus mamilos

empurram o tecido da blusa.

Uma cachoeira

cai das minhas entranhas

e escorre

pelas minhas coxas.

O coração bate forte

tão forte que me sufoca.

Preciso de uma traquéia

aberta na garganta

como a das serpentes

pra poder respirar.

Meus olhos

se recusam a fechar

não tenho sono.

Sem sono

sem fome

sem sede

sem pensar.

Sou inteira e

tão somente

peitos

buceta

cu...

coração apaixonado

e submisso.


DEXPEX_{Amar Yasmine}

20 de ago de 2010

Tua



Vôo contigo sobre precipícios

Fantasio noites e olhares

No meu dia junto a TI

Vivo o sonho sonhado

e seus campos vastos do amor

Partilho todos os dias

os retalhos do existir

Dôo-me por inteira

para a casa da paixão

Sinto-me amada e amante

entre o chão e o precipício


Texto adaptado de Glória Azevedo


14 de ago de 2010

Como eu sou



Esta sou eu, pega de surpresa por uma colega de trabalho quando voltava para a assessoria de imprensa. Sem nenhuma pintura, nem um batom. Nenhum artifício, nenhuma máscara.

Gosto de mim assim, crua, sem pretenção... cabelos jogados de qualquer maneira, olheiras fundas e escuras, nada de sofisticação, nada de enfeites, nada que possa prender a atenção de alguém num primeiro momento... passando despercebida... sem camuflar o real.

Sou uma pessoa simples. Adoro galerias subterrâneas, pontes imensas e solitárias, masmorras e velhas construções inacabadas, abandonadas à própria sorte... linhas de trem em desuso, invadidas pelo mato... escadas bambas em espiral, com corrimãos sujos, penduradas sobre abismos...

Me fascinam os corredores de paredes estreitas que levam a pequenos quartos iluminados por luz fraca, vermelha, como nos filmes de Wong Kar Wai... bebidas, cigarros e incensos baratos, exalando um forte cheiro de sexo.... e o barulho ritmado de um velho ventilador com pás enferrujadas, fazendo fundo para o som do velho rádio onde se ouve música da década de 40... da época da 2ª Guerra.

Reconheço o luxo, mas não dou a mínima para ele. Não me importo com "5 ou mais estrelas". Não dou a menor bola para motéis com saunas, hidromassagens, tetos retráteis, camas imensas e macias, roupas de cama de cetim, ou algodão com mais de 500 fios. Prefiro hotéizinhos de beira de estrada, ou perto das rodoviárias, com quartos que só possuem uma cama e um espelho quebrado. Para mim, o sexo não precisa de luxo, só carece do desejo genuíno, que desafia a tudo e a todos...

12 de ago de 2010

Submissão é...


Se deixar ser inteiramente aprisionada...



Ser usada ao bel prazer do Dono...



...como objeto sexual, inclusive


Sim, submissão é entrega para estas e infinitas práticas lindas e deliciosas, para Eles e para nós, que nos intitulamos submissas. Mas, eu pensava aqui, se a submissão se resume apenas a isto? Ou se extrapola para além das práticas que nada têm a ver com sofisticação, beleza... ou sedução.

Como gosto de quebrar as certezas das coisas, e faço isto sempre comigo mesma (não importa o que vá ganhar ou perder depois), te faço uma pergunta, amiga submissa. Pense bem antes de responder e seja absolutamente honesta consigo mesma.

Você concorda que:

_A submissão transcende a tudo isto?

Se concorda, então, ela também é...



Aliviar o trabalho dEle...



Fazer o trabalho pesado
para que Ele não se canse...



Ser cúmplice em QUALQUER prazer


É, minha amiga... submissão vai muito além daquilo que pode entender nossa ainda tão pequena compreensão. De minha parte, já carrego as malas do meu DONO, abro a porta do carro para ELE entrar e sair e sempre estou a pelo menos dois passos atrás dELE... em todos os sentidos. Quem sabe um dia chego lá???


DEXPEX_{Amar Yasmine}

10 de ago de 2010

Vivace VI - Hoje, no Palácio das Artes



Hoje, no Palácio das Artes, 20h30, apresentação da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, da série Vivace. Regência do Maestro Fábio Mechetti. Jennifer Frautschi, violino.

TCHAIKOVSKY
Marcha Eslava

STRAVINSKY
Concerto para violino e orquestra

SHOSTAKOVICH
Sinfonia nº 5 em ré menor


São obras belas,
de compositores russos, que eu adoro
.

Como sempre, estarei lá
e sei que vou chorar muito.
Conto depois pra vocês.

*;-)


DEXPEX_{Amar Yasmine}

6 de ago de 2010

A TE esperar



Meus olhos cegos a te buscar

Minh'alma urgente a suspirar

Meu amor faminto a te esperar

Minhas bocas doidas em te beijar


DEXPEX_{Amar Yasmine}


4 de ago de 2010

Ciúmes




Tenho ciúmes de Ti, meu Senhor

Não me envergonho de dizer

Que me faz assim a paixão, tão

Egoísta, quando despojada devia ser



Morro de ciúmes de Ti, meu Senhor

Minhas entranhas se contorcem a imaginar

Teus olhos em outros olhos... haja dor!

Tua alma em outra alma a passear


DEXPEX_{Amar Yasmine}

1 de ago de 2010

A buceta e a alma



Uma exige

A outra espera

Uma arde

A outra adoça

Uma se exibe

A outra se recolhe

Uma queima

A outra refresca


Uma ordena

A outra, obedece

Uma é brava

A outra, mansa

Uma é líquida

A outra, éter

Uma é puta

A outra, santa


Uma comanda

A outra se submete

Uma geme

A outra suspira

Uma é vagabunda

A outra, anjo


Quando uma quer,

Nem sempre a outra entende

Quando uma dorme

A outra sonha

Quando uma sonha

A outra urge


Uma grita

Goza

Vive

A outra

Diz sim

Se submete

Serve


DEXPEX_{Amar Yasmine}



LinkWithin

Related Posts with Thumbnails