*



*

Princípio da submissão

Não sou tua submissa porque Te amo.

Te amo porque sou tua submissa.


Amar Yasmine

*


Minha Alma

Eu amo minha alma despojada



Minha doce alma submissa



Minha alma que espera.. espera.. espera



Minha alma que espera quieta, subserviente e nua



Eu amo esta minha alma



Que de tão devassa e suja



Se torna pura



Amar Yasmine

*







30 de nov de 2010

Diário da Tua Ausência




Quando se ama alguém

tem-se sempre tempo para essa pessoa

E se ela não vem ter conosco

nós esperamos.


O verbo esperar torna-se tão imperativo

quanto o verbo respirar

E aprendemos a respirar na espera

a viver nela

afeiçoando-nos a um sonho

como se fosse verdade.


A vida transforma-se

numa estação de comboios

e o vento anuncia-nos a chegada

antes do alcance do olhar.


O amor na espera

ensina-nos a ver o futuro

a desejá-lo

a organizar tudo

para que ele seja possível.


É mais fácil esperar do que desistir.

É mais fácil desejar do que esquecer.

É mais fácil sonhar do que perder.

E para quem vive a sonhar

É muito mais fácil viver.


(Margarida Rebelo Pinto)

28 de nov de 2010

Os olhos do meu DONO



Os olhos do meu DONO são
Meu inferno e meu paraíso,
Minha pena e minha redenção.
São a lâmina que me disseca,

A força que me joga ao chão.
Os olhos do meu DONO são
Minha geleira e meu agasalho,
Meu cérebro e meu coração.

São os pecados que cometo,
Minha culpa e meu perdão.
Os olhos do meu DONO, que fascínio,

São meu norte, minha direção,
Todas as dores do mundo,
E a minha absolvição.





Os olhos do meu DONO
São a LUZ que me cega,
Todos os meus tormentos
E a minha rendição!


DEXPEX_{Amar Yasmine}

21 de nov de 2010

Nude



Para alegrar a todos os amigos blogueiros que aqui sempre vêm carinhosamente nos visitar, este é Nude, um dos irmãozinhos do Édipo, o gatinho que se foi. A natureza as vezes é cruel... mas, não podemos negar que ela também seja pródiga. Da minha tão pequena existência, agradeço à ela e a vocês e prometo que vou visitar um por um esta semana. Não desistam de mim... eu amo vocês.

Doces besos!


DEXPEX_{Amar Yasmine}

20 de nov de 2010

Meme: Desafio dos 7




Recebi da Amada {Λїtą}_ŞT o meme “Desafio dos 7”, do qual participarei com muito carinho. Acho muito bons esses jogos, pois nos fazem interagir e alegram o coração. Espero não causar decepção com minhas respostas.

Vamos lá:



1)Sete coisas que pretendo fazer antes de morrer:


- Criar uma ong para cuidar de animais abandonados

- Saltar de paraquedas – fiz o curso há 15 anos, mas meu filho disse que nunca mais falaria comigo se eu saltasse. Fazer o que??? Os filhos têm sempre razão, tive que desistir.

- Estudar Canto Lírico – meu sonho é cantar “Violetta Aria”, da Ópera La Traviata, de Giuseppe Verdi, nem que seja apenas pra mim e no banheiro... rsss...

- Aprender Esgrima

- Conhecer São Pethersburgo

- Ter uma Ave de Rapina para praticar Falcoaria

- Ter as duas bocas costuradas pelo meu DONO ao som da Aria Flower Duet, da Ópera Lakme, de Leo Delibes. .. hehehe..



2) Sete coisas que mais digo:


- Sim, meu DONO! (digo isto sempre sorrindo)

- Ai ai... (e suspiro em seguida) rssss...

- Que delícia!

- É fascinante!

- Estou encantada!

- Impressionante!

- Eu gosto, amo e adoro .......!



3) Sete coisas que faço bem:


- Dirigir (dizem que dirijo bem)

- Cozinhar (adoro cozinhar, sobretudo para meu DONO)

- Diagramar jornais (se preciso, diagramo até vendada)

- Escrever (principalmente sobre música)

- Esperar (espero com a alma leve)

- Sonhar (meus sonhos têm cores, aromas, sabores... etc)

- Adaptar (me adapto com muita facilidade e rapidez)






4) Sete defeitos meus:


- Me preocupo além da conta

- Sou gulosa demais

- Sou orgulhosa

- Eu gosto, amo e adoro comprar... rsss..

- Estou sempre acima do peso

- Tenho muita dificuldade de dizer “não”

- Minhas emoções são à flor da pele



5) Sete qualidades minhas:


- Sou corajosa

- Sou determinada

- Muito amorosa

- Sou fiel e leal

- Tenho senso de justiça

- Tenho temperança

- Sou bastante feminina



6) Sete Coisas que amo:


- Meu DONO

- Minha família

- Animais/Natureza

- Servir

- Música

- Estudar

- Conversar



miVitAmada, espero ter correspondido à altura do seu carinhoso convite. Adorei o desafio! Minhas indicadas são:

§ rebeca de O AMO §

Josie

Pérolanegra



Beijo imenso e carinhoso a todas!



DEXPEX_{Amar Yasmine}



15 de nov de 2010

A morte é feia e chata.. mas, as Ipoméas estão lindas



Já passava das 03h quando Sukita entrou em trabalho de parto, nesta segunda-feira. Como sempre, fiquei perto sem interferir. Só o faria se ela precisasse. Mas, ela estava calma e se comportou muito bem, fazendo força quando as contrações vinham, tirando-os da bolsinha de pele assim que nasciam, limpando-os, comendo as placentas, aquecendo-os e colocando-os para mamar.

Os gatinhos começaram a nascer uma meia hora após o início do trabalho de parto e eram pouco mais de 06h, já com o dia clareando, quando nasceu o último. Lindos, quatro amarelos com manchas brancas e um bege bem claro... nude.
Olhei dentro da caixa, estava tudo bem, os gatinhos aconchegados pertinho da mãe. Satisfeita, fui dormir finalmente.

Acordei por volta das 10h com um aperto no coração e fui correndo ver como estavam a mãe e os filhotes. Foi aí que percebi que um deles estava com problema. Quietinho, longe da mãe e dos irmãos, eu o peguei para examinar e fiquei muito chateada: além de bem menor que os outros, as duas patas traseiras eram completamente deformadas. Não gostei nada de não ter percebido o problema assim que ele nasceu.

Pela distância da mãe, estava frio. Eu o aqueci em minhas mãos, procurei a teta com mais leite e o coloquei pra mamar. Ele balançava a cabeça, desesperado de fome, mas não conseguia abrir a boquinha. Meu coração apertou ainda mais. Coletei o leite da mãe e aspirei com uma seringa pequenina que guardo para estes momentos. Feito isso, abri com todo cuidado sua boquinha... mas, ele não conseguia sugar e eu tive que gotejar o leite aos poucos... tudo que ele conseguiu foi chorar provocando um monte de bolhas de ar misturadas ao leite.



Não tive outra saída, liguei para o hospital veterinário e 40 minutos depois o médico me dava o veredito: "Ele tem uma enorme fenda palatina. Mesmo que consigamos o alimentar, o leite descerá pela fenda direto para os pulmões e ele terá uma pneumonia por corpo estranho. Vai sofrer muito. Isso sem contar o problema com as patas traseiras. Acho mais sensato sacrificar. Mas, é você quem decide... O que quer fazer?"

Não sei, disse em desespero. Só não quero que sofra. O veterinário chamou dois colegas para opinar e foram unânimes: "No seu lugar, optaria pela eutanásia."

Perguntei como seria feita e me disseram que lhe dariam uma injeção de anestésico, que não sentiria dor alguma. Olhei pra ele já chorando... meu Deus, como é duro ter que fazer uma escolha dessas. Era só olhar pra ele pra ver que apesar de tantos problemas sua disposição era pra viver. E eu, que sempre fui contra a eutanásia teria que optar por ela.

Nessas horas, por mais que eu me revolte, acabo recorrendo a Deus. Me despi de todo meu orgulho e supliquei a Ele que me fizesse tomar a decisão certa. Rezei, rezei, rezei. Com minhas próprias palavras implorei pela sua ajuda.

Foram necessárias duas injeções pra fazer o pequenino coração parar de bater. Por fim, ele soluçou e se foi tão delicado quanto veio. Não sei pra onde e nem quem o levou. Só espero que tenham sido gentis com ele durante o trajeto e que cuidem bem dele daqui pra frente, porque já sofreu muito em tão pouco tempo de vida.

Na secretaria, na hora de pagar, me pediram pra colocar um nome qualquer nele, só pra constar na ficha. Então me lembrei dos reis de Tebas, Laio e Jocasta, que tinham um filho com pés deformados e que também sofreu muito em toda uma vida de desventuras. Então eu disse à moça da secretaria: o nome dele é Édipo.

Vim pra casa chorando e não consigo parar. Que dia triste o de hoje. Fui ver Sukita e os filhotes... estavam todos bem. Então fui para o meu quarto. Abri a porta da varanda e vi as duas Ipoméas que plantei para alegrar meu DONO... ai que falta meu DONO faz!!!

Pensei: A morte é feia e chata... mas, a vida não pára, Amar, e as Ipoméas estão lindas. Coragem, escrava! Enxugue os olhos e veja quantas flores se abriram, esperando a chegada do SENHOR DEXPEX, seu AMADO DONO.



4 de nov de 2010

A teus pés



Meu DONO , minha VIDA!


A luz de todos os deuses ilumina o chão,

este lugar mágico onde estou de joelhos

a Te adorar

Há tanta beleza e tanta magia a teus pés, meu DONO.


Beijos do mais submisso amor!


DEXPEX_{Amar Yasmine}



LinkWithin

Related Posts with Thumbnails