*



*

Princípio da submissão

Não sou tua submissa porque Te amo.

Te amo porque sou tua submissa.


Amar Yasmine

*


Minha Alma

Eu amo minha alma despojada



Minha doce alma submissa



Minha alma que espera.. espera.. espera



Minha alma que espera quieta, subserviente e nua



Eu amo esta minha alma



Que de tão devassa e suja



Se torna pura



Amar Yasmine

*







28 de abr de 2011

ELE chegou e....



Nesta Semana Santa ganhei o mais lindo e precioso presente que poderia ganhar: A presença do meu DONO, SENHOR DEXPEX, em nossa casa. Foram cinco deliciosos dias, só nós dois, respirando o mesmo ar, vendo o mesmo azul e as mesmas nuvenzinhas brancas no céu, debaixo da mesma lua.

2010 foi um ano muito difícil para nós, não pudemos nos ver como havíamos planejado. Quando me lembro das saudades imensas pelo longo período de espera, meu coração aperta e choro... mas, sempre sou salva por um sentimento de satisfação comigo mesma, por ter confiado cegamente no meu SENHOR, esperando com a alma leve como deve ser a alma de toda escrava.

Não vou dizer que tenha sido fácil, não foi mesmo. No entanto, durante os 15 meses que fomos impedidos de encontrar não vacilei, não o crivei de perguntas, não desconfiei, não duvidei de suas palavras e O esperei da forma mais digna e despojada, com toda a compreensão, temperança e carinho necessários.



Perto de sua chegada, todo o meu ser em festa, meu corpo ardia de desejos de dar a ELE minha carne para que saciasse seus desejos mais sádicos e mais obscenos e, nos dias que antecederam à sua chegada nao consegui comer, beber e nem dormir.

Quando o vi no desembarque, a boca seca e o coração saltando na garganta pensei: Que mulher feliz você é, Amar, por poder se doar de corpo e alma a este HOMEM que é seu DONO e por ter a chance de avivar em sua mente que em vc ELE tudo pode e em vc ELE tudo tem.

Mas, as coisas não saíram como pensei. Não tenho nenhum pudor em contar aqui o que aconteceu, acho que meu relato pode ser útil para novas escravas quando sentem medo da dor. Também para escravas experientes, que por algum motivo vêem seus limites despencados de um momento para outro e sua fragilidade vir à tona. Só queremos ser perfeitas... rs... como se isto fosse possível...



Sim, eu queria ser perfeita nos cinco dias que ELE estaria aqui... mas, amarelei. Embora minha submissão fosse absoluta, tive medo da dor que tanto me excita. Cada vez que ELE se aproximou de mim com seu sorriso sádico eu estremeci e me encolhi de medo. Isso não parou meu DONO, no entanto. ELE me bateu, me mordeu, me queimou.

Houve momentos que chorei muito... solucei... a dor me vinha como um gigante ameaçador. Implorei que parasse, coisa que nunca fiz. Meu DONO teve toda a paciência do mundo, mesmo assim fiquei muito frustrada comigo mesma por ver meus limites no chão, por querer servir plenamente e não conseguir. Mais de uma vez pedi perdão. ELE, até me perdoou... mas, fez valer sua vontade e me deixou essas marcas lindas.

Antes de nos despedirmos eu perguntei:
_DONO, algo te desagradou?
ELE me olhou fixo e me respondeu com outra pergunta:
_Onde está sua resistência, Amar?
Morta de vergonha, de cabeça e olhos baixos, ousei:
_Ela voltará a ser como sempre foi e até melhor, DONO. É uma promessa!

Assim que ELE partiu me corpo reagiu e eu desejei sentir todas as dores desperdiçadas, mas agora terei que esperar por sua nova chegada para dar-lhE TUDO que ELE merece dos meus carinhos, da minha servidão e do meu masoquismo, que não são uma simples ilusão, mas o que de mais real tenho em mim.



Obrigada, meu DONO,
por tua comprensão, paciência
e por todos os carinhos.

Obrigada, meu DONO,
por me permitir estar a teus pés
e por me fazer a mais feliz das escravas
de todos os tempos, e de todo o universo.


DEXPEX_{Amar Yasmine}

11 comentários:

{Λїtą}_ŞT disse...

...e obrigada a vc por dar aqui, através deste texto, várias lições.
A lição do despojamento na espera, da confiança no Dono, da coragem em admitir e revelar suas fragilidades mais que compreensíveis pois a distância nos torna carentes, sensíveis e diminui a resistência às dores, a disposição em vencer tudo isso e dar ao seu Dono todos os prazeres possíveis.
O importante é que conseguiram superar e ter dias lindos e prazerosos... e desejo a vc que o ano de 2011 seja infinitamente melhor e que a lembrança desses dias e esperança nos que virão sejam contante motivo de alegrias para vc.
Lindas marcas... beijos sem fim.

{Λїtą}_ŞT

{Pérolanegra}***Dom Tiberivs disse...

Ma belle...

sinto suas palavras, mesmo com a leveza que elas tem. Pude sentir tua ansiedade na espera, como o teu medo quando enfim, chegou o momento que você tanto ansiou, ao longo desses 15 meses.
Parafraseando a Vïta, agradeço a você, por dividir conosco o que se passou e assim, ainda nos dar lições preciosas.
Quem tem Dono que mora longe, sabe o quanto isso dói. Exatamente por viver hoje situação muito similar à tua, te desejo, ma cherìe, incontáveis outros momentos "olho-no-olho" ou nos pés, que é o que nos convém propriamente (risos), junto ao teu senhor DEXPEX.

Torço muito por você, sempre.
Saudades.

Bisous, ma belle.


{Pérolanegra}***Dom Tiberivs

escrava yaffa de LEON disse...

Se vc que é vc amiga, um exemplo para mim, imagine nós simples mortais...
Além de uma escrava cheia de qualidades, demonstra agora a sua humildade em revelar que fragilizou, mas pensa bem o quanto deve ter sido excitante ao seu SR perceber o medo nesses seus olhos lindos.
De qq maneira tenho a absoluta certeza que O satisfez e se me permite um conselho, não se cobre tanto, pois tua entrega é perfeita e compensa qq coisa.
Vc é 1000!
Saudades de ti
bjs com carinho
yaffa de LEON

([{mila}])MAGNO disse...

quase gritei SOCORRO aqui amiga
eu sei bem o que é esperar com despojamento.
mas o meu gritou de socorro seria em torno de minha espera nao durar tanto quanto a sua, na verdade amar, eu sou apressada rssrsrs, sedente por inundar o Dono com minha submissão
coisas de escravas rs
mas ao ler o seu texto hoje me fez parar, chacoalhar a cabeça e agradecer
somos normais e nao estamos sozinhas
somos escravas e temos sempre uma a outra p dividir nossas experiencias de forma a acrescentar uma a outra, e depois ..........
deliciar-mos o Dono com nossa entrega
Seja feliz amiga

beijos

ternura_ACM disse...

Minha querida menina poetisa {Amar},

Que essa alegria e esses encontros se multipliquem infinitamente durante o decorrer de 2011, 2012, 2013, 2014, 2015........

Ahh querida, que delícia estar na mesma sintonia de uma delicada e dedicadíssima submissa como vc, então amore tbm andei divagando sobre as minhas sensações com a dor e concordo com a lindinha da {vita}, nessa minha pequena reflexão percebi que nossos sentimentos meio que comandam nossas sensibilidades e quando estamos emocionalmente estabilizadas ou fragilizadas nossas sensações carnais (jeito ternura de entender e nomear a resistência para dor) ficam mais ou menos afloradas.
Contudo observando suas lindas e sensuais imagens (sou fascinada por mordidas, ainda mais no bumbum..hummm) acho que suas sensações carnais até que se mostraram pra lá de estabilizadas....rss, fora a brincadeira, entendi perfeitamente o que vc quis dizer e acho que seu Dono foi embora, muito mais ciente e orgulhoso da jóia rara que tem em mãos...*pisc
Feliz por vc!!!

bjs quase estabilizados
ternura_ACM

myrah disse...

DEXPEX_{Amar Yasmine},

Nós só queremos ser perfeita!... tem razão, como se isso fosse possível. E é claro que os medos nos acompanham em determinados momentos... e que bom que seja assim... são os tropeços que nos dão motivos para crescer!

E que delícia de palavras e quanta verdade vc deixou no meu blog!

Obrigada pela presença.

Flores de myrAh

{bdøўη}LØRÐ FØLTER® disse...

Amada Amar,

Eu estive aqui lendo teu post. Abri os comentários e fiquei pensando, pensando...dizer o quê meu Deus? A cena foi bem assim: eu toda estabanada como sempre, taqui, abrindo a porta de qualquer jeito e quando olho aqui dentro...um casal apaixonado, dançando juntinho, absorto em seus pensamentos e indiferentes ao resto do mundo. Fiquei ainda uns instantes calada olhando. Fechei a porta de mansinho e fui embora. Saiba que, em meio a tantas nuvens negras que se abateram sobre algumas submissas nesses últimos tempos, te ver bem e tão feliz me alegra imensamente. Só posso desejar que o sentimento que te toma por completo hoje se multiplique, se prolongue, se estenda, te alimente e mantenha firme e forte como sempre.

Doces e carinhosos beijos a ti também...

lilica disse...

Amar querida do meu coração

Antes de tudo, desculpe-me pela demora em vir aqui comentar. Vcsabe,vi seu post logo depois que o publicou, mas só agora estou comentando.
Ando meio atrapalhada... Mas parece que tudo está começando a entrar no seu lugar.
Amada... 15 meses de espera, são exatamente isso, 15 MESES DE ESPERA! Prá mim, algo assim maior que uma vida. Sim porque durante esse tempo, eu já teria morrido e renascido várias vezes. Você é única! Parabéns!
Sabe amada, penso que quando esperamos assim, todas nossas forças são colocadas, focadas e consumidas nisso. Porque, quem já passou por isso sabe que nada, nada é mais dificil do que isso.
Então... quando Eles finalmente chegam, nós estamos exaustas. Fragilizadas, cansadas, carentes. Loucas por um colo, carinho e beijo na boca. Bem sei que nao temos direito a nada, mas eu pessoalmente, preciso reconhecer que sou assim.
Aí realmente, minha resistência baixa, fico mole, chorona e envergonhadíssima.
Mas depois tudo volta ao normal, pisc* ;) Não se o preocupe.

Beijos minha linda,

lilica

§ яєßє¢α de O AMO § disse...

Amada , Amadíssima...

Tua Beca como sempre está sempre atrasada. Mas vc sabe que é por uma boa causa, né?!

Então, quando nos falamos sobre o assunto postado, eu pensei (é, naquele dia não estava em condições de comentar...): "Putz, e eu que um dia corri para os braços da Amar por ter pânico de sentir medo e me achar a pior das piores submissas!" Lembra-se daquele dia, Amada?

Todavia, vale ressaltar aqui que vindo de vc, nada por aqui seria diferente. E sabe por quê? Vc é vc sempre e guerreira ... errando ou acertando; feliz ou triste; no sucesso ou na ausência temporária dele.

Parabéns ao Senhor DEXPEX pela paciência e por colocá-la na parede ao perguntar onde está a tua resistência. E eu , humildemente, pego carona na pergunta DELE. Pára, viu, Amar! Esteja atenta!

E quanto a minha Amadona lindona, fica um recado: estarei de olho para vê-la cumprir tão logo a sua promessa.

Obrigada por fazer parte de minha vida de forma única e exemplar.

Te amo para sempre te adorar
Muitos beijos

ternura_ACM disse...

amoreeee,

tomei a liberdade e te convidei par uma brincadeira, mas é gostosa, como vc é uma expert nas palvras, aposto que tem maravilhas para nos contar..*pisc

se puder e quiser aceitar, ficarei feliz e honrada..ahhh nao chamei a vitinha,deixo para vc , caso aceite...*pisc

bjs leitores
ternura_ACM

{olabisi}_SeO disse...

eu vim....li...sai...voltei...li de novo..sai outra vez...
e sabe...não vou dizer nada...alias, vou sim
digo que vc não precisa de ser punida por isso ou aquilo.
A sua auto penitencia ja deixou claro, bem claro o quanto doeu.
a dor da alma...essa ninguem mede.
te amo...e sei que o que escreveu foi um por cento do que sentiu.
beijos meus e saudações ao SENHOR DEXPEX

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails