*



*

Princípio da submissão

Não sou tua submissa porque Te amo.

Te amo porque sou tua submissa.


Amar Yasmine

*


Minha Alma

Eu amo minha alma despojada



Minha doce alma submissa



Minha alma que espera.. espera.. espera



Minha alma que espera quieta, subserviente e nua



Eu amo esta minha alma



Que de tão devassa e suja



Se torna pura



Amar Yasmine

*







4 de set de 2010

É na gaiola que me sinto bela



Me basta

minha gaiola

minha gaiola

que me faz sentir

protegida

desejável

necessária

e feliz

minha gaiola

tão linda

tão linda

minha gaiola

que me faz sorrir

minha gaiola

sem porta

de onde não quero sair

minha preciosa gaiola

que bela me faz sentir


DEXPEX_{Amar Yasmine}

14 comentários:

Juliet do S.S disse...

olá querida... sempre passo por aqui caladinha, mas hj resolvi falar!
seu poema ficou uma graça, sua sensibilidade tem em mim sempre um fã ;)

beijocas

{ÍsisdoEgito}JZ - Tua, somente tua disse...

Amar.......

Delicia de gaiola, e de quem cuida dela.

Sentir-se bela dentro da gaiola, é algo indescrítivel....

Bom fim de semana e feriado.

Cuide-se.

Beijos carinhosos querida AMAR DE dexpex,

ÍsisdoJun

{Λїtą}_ŞT disse...

Ô amada!

É na doce prisão dessa gaiola que está a melhor das liberdades: a dos sentimentos, dos sentidos, da inspiração.
Essa tua gaiola é que te dá liberdade de voar nesses versos lindos e emocionantes cheios de alegria e prazer da submissão.
Lindo este poema, outro que devia ir para o ladinho >>>>>>>>> rsrsrs.
Se você me acompanhar, vai ter uma coluna direita interminável... que fazer se gosto de tudo que você escreve? ;)
Amo esse poema que você criou em um momento de muita luz.
Beijos meus, amada.

{Λїtą}_ŞT

Cadinho RoCo disse...

Pelo amor até numa gaiola conseguimos respirar liberdade.
Cadinho RoCo

[{mila}]MAGNO disse...

ai Amar o Sir Magno quase me enfiou numa gaiola de uma loja kkkkkkkk
Só na hora eu fiquei aflita, mas até que é uma boa se ele fizer levar a gaiola junto dele p todo canto né.
obrigado pelas tuas visitas no meu blog

beijos

{bðöyñ}Tr_LF disse...

Amada Amar,

Primeiro brigado pela visita e não imaginas a alegria saber que tu se sente tão bem lá na minha casinha. Sim eu danço, o básico só, aprendi há alguns anos. Deveria praticar mais inclusive rs, estou sempre prometendo, mas vivo adiando. Passei durante a semana e li teus posts, um mais belo que outro e tuas fotos também. Queria te perguntar uma coisa também, teu email é este que aparece no perfil? Gostaria de te mandar um "presentinho" rs. Se puder me responder, agradeço.
{{{{{abraço apertadinho}}}}}... :)

Cadinho RoCo disse...

Aprecio sua submissão.
Cadinho RoCo

josie disse...

Ai amarzinha, nao tem coisa mais deliciosa que se sentir na gaiola, cuidada,"as correntes que libertam" assim quero ficar, assim quero me sentir....Odeio me sentir livre...Beijo minha fonte de inspiraçao! te love!

ternura disse...

querida menina,

vim ver sua gaiola, reler kramelo, fiz um passeio delicioso com seus escritos e explodi em êxtase com sua submissão!!

obrigada em compartilhar suas emoções!!

bjkas ternas

candonguinha disse...

Oi Sacerdotisa,

Gaiolas sem porta são assim.

Meu avô criava passarinhos. Tinha um viveiro. Eu, moleca, abria a porta, mas eles não saíam. Eu não entendia.

Mil vezes fiz isso, nas gaiolas tb.

Eu sei como é isso de de sentir mais bela. É ótimo, né?

E vc é linda, sempre, até horrível, em todos os sentidos (a gente sempre pode ser).

bjos

Conde Vlad disse...

Eu quero experimentar este tipo de prazer. Sou bastane submisso. Só preciso de uma professora, uma Rainha Dominadora para me ajudar.

Beijos do Conde, que gosta destas torturas.

Eva e seu Adão disse...

Gracioso, delicioso e submisso, fez minha mente viajar para além das sensações físicas. A gaiola de nós mesmos também tem uma ambiguidade tão necessária... amo tudo o que vc escreve aqui! Linda!

Beijos.

Pérolanegra disse...

Amar... amore!

Você tem uma presença tão gostosa, que sinto que deixa meu blog perfumado quando passa...
Encantada estou eu, por ti, desde que nos conhecemos!
Coisa louca é essa de se sentir livre quando se está "presa"... eu compartilho o mesmo prazer...

Você é adorável, ma belle!

beijos hiper carinhosos dessa sua amiga e fã.

Pérolanegra

Cicuta disse...

Amada Amiga, adorei o novo Blog e amei o poema!
É lindo...
Um dia se me deres autorização gostaria muito de o publicar no meu blog, com os devidos créditos, claro está...)
Acho que a Cicuta está aos poucos a voltar a Vida, vamos ver...
Um beijo doce, deste lado do oceano da tua sempre fiel amiga

Cicuta

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails